Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Este espaço pretende contar a história do Refúgio no Xisto, um antigo palheiro reconvertido em casa de férias, na aldeia do xisto do Candal - Serra da Lousã


O refúgio no xisto, é por si só, um espaço muito romântico.

O facto de estar inserido na natureza de forma tão simples e genuína, torna o ambiente muito especial.

Mesmo estando dentro de casa consegue-se ouvir a ribeira, que passa ao fundo do vale.

As visitas dos animais são frequentes, e o mistério envolto na sua presença, percorre o imaginário, até dos mais cépticos. Os mais admiráveis de ver, são sempre os veados e javalis, denunciados com alguma antecedência, pelo barulho que fazem, ao andar sobre as folhagens.

1_o.jpg

No interior, onde foram mantidas as originais pedras de xisto, a simplicidade do ambiente tem um aconchego especial, porque nada foi deixado ao acaso, temos mantas quentinhas, velas de cheiro e até licores típicos, que aquecem muito mais que o coração.

1560751_888846867833765_8400701605802963674_n.jpg

Em dias de sol, é delicioso sentir o calor refletido em cada pedra.

Candal_janeiro_15o.jpg

As janelas cor de rosa, ficam ainda mais vibrantes e destacam o refúgio das demais casas da aldeia. Esta que é também a cor do amor, para além de alegrar a vista, alegra também a Alma!

Candal_Janeiro15.jpg

Desta vez, os românticos presenciaram um fantástico dia de sol, em pleno mês de Janeiro e partilharam as suas fotos, os créditos fotográficos para Jéssica Costa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mensagens



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog